Buscar notícia:
Principal   Seções   Campeonatos   CBJD   Colunas   Clubes   Vídeos   Institucional   Programação   Cadastre-se   Contato
 
COLUNA: BALEIA
Baleia


27/04/2018 - Sexta-Feira
Novos tempos
 


O campeonato de F1 2018 depois de três etapas é uma grata surpresa. Nos testes pré-temporada todos achavam que a Mercedes escondia o jogo. Pois realizavam como sempre, longos trechos sem quebras e ainda mesmo usando pneus médios e duros conseguiam realizar ótimos tempos.

        Despercebido. Porem quase ninguém percebeu que a equipe alemã não usava muito os compostos macios, super macios ou ultra macios por que seus bólidos não conseguiam bons resultados com esses compostos.

       Na mosca. Os alemães esperavam achar a solução entre o período do último teste a primeira etapa. Não conseguiram e mesmo assim estavam realizando um ótimo trabalho na pista australiana. Porem a Ferrari conseguiu neutralizar os alemães na tática.

     Segunda etapa. Os italianos mandaram na classificação, Vettel e Raikkönen na primeira fila. Algo que não acontecia há tempos. As Mercedes ocupavam a segunda fila e com Hamilton atrás de Bottas. Ricciardo vinha na cola. E surpreendentemente vimos Gasli e Magnussen ocupando a quita e sexta posições no grid.

       Dia de mestre.  Na corrida os italianos novamente inovaram na tática realizando apenas uma troca com Vettel que chegou ao final bem descalço, mais impedindo que Bottas o ultrapassasse. Mais uma vez os italianos foram espertos na tática e na verdade vimos um Vettel como poucas vimos.  Perfeito. Gasli e Magnussen também fizeram uma ótima corrida. O azar do dia ficou por conta dos chifrudos do touro vermelho seus dois carros abandonaram na mesma volta e logo no início.

      Terceira etapa. Essa teve como palco a pista chinesa, uma pista interessante e com uma senhora reta.  Novamente vimos os italianos dominar a classificação. Situação rara. E mais rara ainda ver os prateados na segunda fila de novo. E novamente Bottas se classificou na frente de Lewis.

    Cochilo. Se nas duas primeiras etapas os italianos se deram bem na tática com Vettel desta feita dormiram no ponto. E em consequência desta bola fora, mais uma vez mandaram Raikkönen para o sacrifício.  Os italianos seguram Kimi na pista até Bottas alcança-lo. Manobra calculada para que Vettel aproveitasse a situação e ultrapassasse Bottas, não seu certo.

   Calculado. Logo após ser anunciado o Safety Car a Red Bull foi rápida, ou muito esperta???? e mandou seus dois caros para os boxes. E repetiu uma ótima troca de pneus com seus dois carros e em seqüência. A dupla saiu com macios e começaram a realizar voltas voadoras.

    Boliche. Porém Verstappen que estava à frente de Ricciardo achou que estava num boliche, ele era a bola e os demais os pinos. E assim acabou com sua corrida e com a de Vettel. Lewis que largou atrás por ter trocado o câmbio, foi quem se deu bem. Chegou no quarto posto porem diminuiu uma diferença de 17 pts. para nove com o oitavo posto de Vettel.     

*Nos finalmente em três etapas os alemães não ganharam nenhuma. Uma senhora surpresa.

*Nesse final de semana teremos o GP do Azerbaijão. A primeira foi em 2016. Uma corrida bem monótona.

* Na segunda em 2017 vimos um GP dos mais animados. Culminando com Ricciardo na ponta. E uma quebra inexplicável do carro de Massa. Estragou parado no Pit Lane.

* O circuito de Baku possui a maior reta do calendário e também a curva mais estreita.

*A pista de Baku é um desafio para engenheiros das equipes. É difícil conciliar velocidade de linha reta e aderência em curvas de baixa. Os níveis de downforce são mais altos do que Monza, porem Baku não tem curvas de alta velocidade para esquentar os pneus.

Programação do GP de Baku

3º Treino – Sábado, 28/04 - 07:00 – Sportv2

Classificação – sab.  28/04- 10:00 -  Sportv2

Corrida – Domingo -29/04 – 09:10 – Globo

Uma ótima semana.


 
 
   
 

Colunas
 
 
Coluna do BALEIA
 
Agora é pra valer
Veja todas as colunas deste colunista.
 
 
Coluna do BALEIA
 
Novos tempos
Veja todas as colunas deste colunista.
 
 
Coluna do BALEIA
 
Dois tempos
Veja todas as colunas deste colunista.